Total de visualizações de página

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

RÁDIO ESPORTIVO DE LUTO!

Acaba de falecer a Rádio Globo de Belo Horizonte com a demissão de profissionais em todas as áreas. Grandes profissionais do rádio esportivo de Minas Gerais ganharam um “belo” presente de Natal. E agora o que fazer. Todos sabem que em Minas Gerais quem manda no rádio é a Itatiaia. No futebol tem 90% ou mais da audiência. Em 2014 a Rádio Inconfidência que é do Governo do Estado de Minas Gerais tentou abrir um novo espaço na cobertura do esporte. Contratou Willy Gonser – nome que dispensa comentários – para assumir o esporte. Conseguiu uma boa audiência em seis meses. E aí mudou a direção da emissora e o sonho de competir terminou.

Em São Paulo depois que Jovem Pan, Bandeirantes e CBN dispensaram profissionais qualificados como Claudio Carsughi, Rogério Assis, Luís Carlos Quartarolo, Mauro Betting, Deva Pascovicci entre outros o rádio esportivo ficou mais pobre. E agora está mais pobre ainda com as dispensas de Oswaldo Pascoal, Maércio Ramos, Jesse Nascimento na Globo São Paulo, Ewaldo José na CBN Rio.

Não é de se estranhar que dentro de pouco tempo o rádio esportivo do Brasil seja enterrado de vez. Muito triste tudo isso que só serve para diminuir cada vez mais o espaço aos grandes profissionais do rádio esportivo. Por essas e outras o ano de 2016 termina de luto no rádio esportivo brasileiro. É isso aÍ.

Nenhum comentário: