segunda-feira, 23 de março de 2015

AS GOLEADAS DO SANTOS


O Santos FC aplicou duas goleadas históricas em Santa Catarina nos anos 60. Em 30 de Agosto de 1961 num amistoso contra o Grêmio Esportivo Olímpico. O jogo realizado no Estádio da Baixada teve Pelé em campo. A fera marcou cinco gols e Cabralzinho completou com os outros três. Coutinho contundido na atuou. Renda: Cr$ 1.900.000,00 com arbitragem do paulista Josafato Serra. Perdeu o GE Olímpico com Nazareno (Alemão); Hélio (Acari), Nilson Greuel, Romeu (Vinícius) e Garoto; Mauro e Aducci (Norberto); Milton, Valdir (Tião), Orion (Erondi) e Risada (Matos). O Santos desfilou com Laércio (Silas); Figueiró, Mauro (Calvet) e Décio Brito; Zito (Jorge) e Formiga (Roberto); Tite, Jorge (Juninho), Cabralzinho, Pelé e Pepe (Osvaldo). Foto com os dois times antes do jogo Santos FC do Rei Pelé, em 1961, antes do jogo contra o Olímpico. Em pé da esquerda para a direita – Formiga, Garoto, Calvet, Aducci, Zito, Romeu, Figueiró, Hélio, Mauro, Laércio, Nazareno e Nilson Greuel. Agachados: Tito, Miltinho, Jorge, Valdir, Cabral, Orion, Pelé, Risada, Pepe, Mauro e Jorge Macedo (massagista). E um lance com Pelé em ação. Ainda sem estar definitivamente integrado ao rádio fui um dos repórteres-de-meta da Rádio Nereu Ramos.



Em dia 1o. de Outubro de 1967 a cidade de Taió, interior de Santa Catarina comemorou seu aniversário com a presença do Santos FC. Pelé recuperando-se da contusão sofrida na Copa de 1966 compareceu para lotar o Estádio do União FC. Mesmo sendo bombardeado nos primeiros minutos com Gilmar fazendo defesas sensacionais o Combinado Olímpico/Palmeiras acabou sendo goleado por 7 a 1. Coutinho (2), Edu, Clodoaldo, Douglas, Silva e Wilson marcaram os gols do time peixeiro, Leal descontou. Utilizou o Santos nesse jogo Gilmar (Élcio Mineiro), Carlos Alberto (Turcão), Ramos Delgado, Joel, Rildo, Zito (Negreiros), Clodoaldo, Wilson (Almiro), Coutinho (Silva), Douglas e Edu (Abel). Eu estava lá para transmitir pela primeira vez uma partida do então Bicampeão Mundial ao lado do comentarista Álvaro Correa.

2 comentários:

JASouza. disse...

...Assim é que nesse ambiente, certo dia, apareceram na nossa república o Gessy, ponta de lança, e o Onete, goleiro, ambos atletas do Grêmio, aguardando a hora do encontro na pracinha do Alto Bronze com as namoradinhas que tinham por lá. Enquanto isso o jaguarense Onete, que tinha sido meu colega no curso primário, nos relatava aquela famosa revanche com o Santos, depois de perder o amistoso com o tricolor por 3x2. E ele mostrava-se assombrado com o que vira do banco de reservas, aquela máquina infernal do ataque alvinegro com Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Edu & Cia. Vinte minutos de jogo com o escore de 3x0 e o Grêmio levando aquele baile, diz ele que não conseguia ouvir o treinador Foguinho mandando por três vezes seguidas ele substituir o argentino Germinaro até que, conseguindo despertar daquela letargia, foi para debaixo dos paus só para levar mais dois golinhos no restante da partida.

Toni Nicolas Bado disse...

Outra goleada do Santos FC em SC aconteceu na inauguração do novo sistema de refletores do Estádio Consul Carlos Renaux em Brusque em 1982, quando o Santos FC, de Pita e cia. venceu o Paysandú por 5x3. O estádio estava completamente lotado, sendo este o maior público já registrado em toda história do alçapão paysanduano. Alguns torcedores, como eu, tiveram de assistir a partida em um morro na rua vizinha ao estádio...