terça-feira, 5 de março de 2013

SABOREANDO A VIDA


Enquanto aguardo para retornar ao rádio e talvez a televisão, vou passeando um pouco. De São Paulo para Curitiba, de Curitiba a Florianópolis para ver a netinha (saboreando um linguado com generosos camarões em Santo Antônio de Lisboa), de Florianópolis a Curitiba onde abracei os amigos jornalistas e radialistas ontem a noite na já tradicional Confraria dos Amigos da Bola no Restaurante Cascatinha. Saborear a vida é um grande negócio que nem todos fazem ao longo da vida. “A maioria das pessoas é tão feliz quanto decide ser” já dizia Abraham Lincoln. DEUS quer que desfrutemos a vida. JESUS disse: “Eu vim para que tenham (e desfrutem a) vida, e a tenham em abundância (até a plenitude, até transbordar)” (João 10.10.). E comecei a ler o livro que me foi presenteado por esta figura ímpar do jornalismo e publicidade brasileira Eurides Antunes Severo “O menino do arroio Itapevi”.

Quanto ao futebol às coisas continuam como d´antes no quartel de Abrantes já dizia Neném Prancha. Reclamações daqui reclamações dali, clássico Santos e Corinthians com menos de 20 mil torcedores, Ceará e Asa com 53  mil, Londrina e Coritiba com 30 mil e Neymar dizendo que tira o pé para não se contundir. Minha expectativa é que essa fase ruim do futebol brasileiro passe logo, quem sabe a partir do próprio Campeonato Brasileiro.

Ontem à noite no Restaurante Cascatinha a Confraria dos Amigos da Bola criada por José Hidalgo Neto, o eterno Capitão Hidalgo recebeu profissionais da imprensa de Curitiba, ex-jogadores (Dreyer, Sidnei Bottini, Marinho Buchinek, Dionísio Filho, hoje comentarista) e amigos dos amigos da bola. Foi um encontro dos mais agradáveis ao sabor das delícias do tradicional Restaurante Cascatinha. Histórias, lembranças e uma homenagem a quem faz rádio há décadas: José Domingos Borges Teixeira. Recebeu uma placa de agradecimento da Confraria dos Amigos da Bola pelos relevantes serviços prestados como radialista, jornalista, político e ex-diretor do Paraná Clube.

O orador oficial da Confraria – Dr. Durval Monteiro Castilho – enumerou nos mínimos detalhes a carreira brilhante de “Zé Domingos” como é conhecido pelos amigos. E a honraria que lhe coube foi entregue pelo seu amigo Professor José Carlos de Miranda, ex-presidente do Paraná Clube que veio especialmente de Morretes para o evento. Foi mais um momento maravilhoso de congraçamento e que se repete sempre na primeira segunda-feira do mês. Fiquei muito feliz mais uma vez pelo convite do amigo Capitão Hidalgo e lá estive para prestigiar o evento. Thiago-Lucca o Relações Públicas da Confraria dos Amigos da Bola registrou pela sua lente as imagens desse encontro.

Um comentário:

Flávio Guimarães disse...

Caro Edemar
O cantinho talvez não seja o mais apropriado, mas faço questão de ocupar o espaço para lhe desejar breve e feliz retorno ao rádio e, quem sabe, à televisão. Seus ouvintes, amigos e admiradores certamente torcem por isso. Continue curtindo os bons momentos da vida, valiosos demais para não serem aproveitados.
Grande abraço,

FG