quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

O QUE VALE MESMO É O DINHEIRO!



O início de 2016 mostra claramente que o futebol brasileiro vai demorar algum tempo (é põe tempo nisso) para recuperar a hegemonia que conquistou através de cinco títulos mundiais com a seleção e com nossos clubes. O interesse do futebol do exterior está desfalcando cada vez mais nossas equipes tudo por conta de propostas milionárias que não vem mais só da Europa. A partir da década de 50 os europeus se reforçaram com Julinho, Mazola, Jair da Costa, Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Nazário, Romário e mais recentemente com Neymar e tantos outros. Hoje a transferência de jogadores brasileiros é bem menor tudo por conta da falta de novas revelações. E os que se sagraram campeões brasileiros pelo Corinthians em 2015 também estão desmanchando o time. Jadson, Vagner Love, Renato Augusto, Edu Dracena e Cássio, sem falar da saída de Paolo Guerrero, Emerson Sheik, Paulinho e Fábio Santos anteriormente. O presidente Roberto Andrade veio a público reclamar da “falta de amor” pelo clube. Isso já não existe há muito tempo. Nos dias de hoje os jovens revelados pelos clubes quando surgem no mercado já estão com os olhos voltados para contratos milionários no exterior. E vai continuar desse jeito porque nossos clubes em sua maioria não tem dinheiro. Ainda bem que as quotas da televisão cobrem em parte as despesas mensais, não todas. É a triste realidade onde o que “Vale mesmo é o dinheiro”. É isso aí.

Um comentário:

Adalberto Day disse...

Edemar,
Estamos sempre passando por aqui e lendo suas sempre ricas postagens de nosso futebol.
Assim estaremos durante todo ano de 2016, aprendendo um pouco mais com o Mestre "Alemão" da Itoupava Norte - Blumenau.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau