terça-feira, 20 de outubro de 2015

RADIAIS E TELEVISIVAS

A Rádio Guaíba de Porto Alegre está voltando com o seu Futebol Estilo Guaíba reforçando seu time para conquistar novamente a liderança no rádio esportivo gaúcho. Depois de Nando Gross assumir no esporte e jornalismo, agora foi confirmada a contratação de Marco Antônio Pereira que se desligou da Rádio Gaúcha recentemente. Agora a Guaíba precisa superar um problema maior. Obter os Direitos de Transmissão para a Copa do Mundo e Jogos Olímpicos. Consta que por ser uma emissora do Grupo Record e Igreja Universal lhe é negado o acesso  numa “briga” que não leva a absolutamente nada. Todos tem direito a competir afinal não estamos num país democrático. Está na hora de acabar o “monopólio” dos eventos esportivos. O Brasil é um país de 220 milhões de habitantes e o esporte não pode ser refém de um só grupo.

Vocês sabiam que de acordo com a ANATEL a cidade de Curitiba tem Outorga para apenas duas (2) emissoras na frequência AM, mas tem dezesseis (16) autorizadas com estúdio principal na cidade. No FM a autorização de funcionamento é para doze (12) prefixos, mas existe autorização para quinze (15) com estúdio principal em Curitiba. Curitiba tem trinta e uma (31) emissoras entre AM e FM com estúdio principal quando somente catorze (14) tem Outorga pra isso. E por essas e outras que diminui cada vez mais a fatia do bolo publicitário.

Paulo Sodate conhecido locutor esportivo que atua na Rádio Capital de São Paulo é um dos maiores incentivadores da gloriosa Associação Portuguesa de Desportos. Dizem que ele é torcedor do Corinthians, mas, o trabalho que tem feito em benefício da Lusa do Canindé merece ser reconhecido por toda a Colônia Lusitana. Além do incentivo nas transmissões esportivas, no Facebook e por onde passa Paulo Sodate ainda se preocupou em buscar pães e outros alimentos este ano para levar a concentração lusa para abastecer os jogadores. Parabéns Sodate.

Silvana Kieling, nascida Silvana Carneiro uma dama do jornalismo brasileiro que iniciou na Jovem Pan e depois passou por vários canais de televisão de São Paulo como repórter também é empresária.  Está fora da televisão onde atuou como repórter no Domingo Legal do SBT e recentemente no programa do Luiz Bacci na Band. Ela é proprietária da Silvana Kieling Moda Fitness e Praia no Portal Shopping do Morumbi.  Sucesso querida amiga.

A cidade catarinense de Brusque que revelou grandes jogadores para o futebol também tem o seu KID VINIL. Com mais de 3.500 discos de vinil, Valdir Appel ex-goleiro do Paysandu, Carlos Renaux, Vasco da Gama e mais um montão de times como identifica seu perfil no Facebook, não perde a chance de aumentar seu acervo.  Seus amigos, ex-jogadores sempre indicam ou lhe presenteiam como raridades. Se você quiser passar adiante os discos de vinil que tem guardado fale com o Valdir Appel através de sua página no Facebook.

Mudanças pra lá, mudanças pra cá o rádio brasileiro passa por transformações quase todos os dias. Com diz o slogan da Band NEWS “Em 20 minutos tudo pode mudar”. E está mudando mesmo. Os profissionais com maior tempo de casa e idade estão sendo dispensados e substituídos por jovens, sem a mesma qualidade. As rádios estão apertando cada vez mais o cinto, pois o faturamento caiu abruptamente nos últimos tempos. E dizem que as publicidades da televisão também estão em baixa. Duas empresas patrocinadoras de grande emissora brasileira não teriam renovado os contratos milionários para 2016.

A volta da grande Rádio Clube de Pernambuco poderá acontecer em breve. Atualmente usando o nome de Rádio Globo, a emissora poderá ter um novo proprietário ou arrendatário que se anuncia traria de volta o nome que consagrou a rádio em todo o país. Esse grupo já adquiriu o Diário de Pernambuco e AquiPE. O Sistema Opinião de Comunicação detém hoje 78% do Grupo dos Diários Associados. Passou para as mãos dos irmãos Maurício e Alexandre Rands. Quanto à rádio – fundada em 6 de Abril de 1919 – a mais antiga do Brasil ainda pertence ao Grupo Diários Associados hoje afiliada do Sistema Globo de Rádio. Dizem que é uma questão de tempo para que a mais antiga emissora brasileira volte a ser Rádio Clube de Pernambuco.

Outro dia alguém perguntou: Porque muito profissionais do rádio e da televisão trabalham em mais de uma empresa. Sinal dos tempos meus amigos. Antes o rádio era forte, poderoso, imbatível. A Televisão foi chegando e teve a necessidade de contratar profissionais qualificados. Com isso muita gente tem dois ou até três empregos. E aí entra também o lado financeiro. Nas rádios e mesmo nas televisões já não se paga mais salários elevados. Com isso os profissionais são obrigados a trabalhar em mais empresas ou como em muitos casos o cara é locutor e operador técnico ao mesmo tempo.

Um comentário:

Valdir Appel disse...

Obrigado, meu amigo Alemão. Fatalmente irei aumentar a coleção de vinil, com esta oportuna indicação. Forte abraço, Chiquinho do Paysandu.