segunda-feira, 10 de agosto de 2015

COMO JOGAR DINHEIRO FORA


Cada vez que toco no assunto mais situações aparecem. A GAZETA DO POVO maior jornal do Estado do Paraná publicou a relação de jogadores que Atlético, Coritiba e Paraná Clube já tiveram e ainda tem em seus elencos neste ano de 2015. É realmente pra cair o queixo. Mais de cento e cinquenta (150) atletas formaram ou ainda formam em sua maioria nesses clubes. Só o Furacão chega ao expressivo número de sessenta e um (61).  O Coritiba com 46 e o Paraná Clube com 44 jogadores.
Quanto isso deve ter estar custando aos clubes. Essa situação só vai ser modificada o dia em que os clubes tenham uma visão profissional do futebol. Futebol é caro e não dá pra jogar dinheiro pela janela.
Tenho uma opinião formada como isso pode mudar no futebol brasileiro. A) – quando os clubes definirem seus elencos no mais tardar em Dezembro de cada ano; B) – contratar jogadores depois de serem devidamente analisados pela comissão técnica; C) – quando os clubes contratarem primeiro os treinadores e depois os jogadores.
O grande erro do futebol brasileiro está cada vez mais presente no Campeonato Brasileiro deste ano. Na hora do desespero os dirigentes demitem os treinadores e buscam reforços de um mercado carente de bons jogadores.
É isso que basicamente deveriam fazer os clubes brasileiros. Saber escolher técnicos e estes os jogadores para depois não ocorrer mais essa verdadeira “loucura” de dispensas de treinadores e jogadores. Esse é o ponto. É isso aí.

Um comentário:

JASouza. disse...

Veja só o caso do Internacional, aqui de Porto Alegre - contratou a rodo medalhões que andavam sobrando em outros clubes e até repatriou Anderson por um salário superior ao de Aranguis, destaque da seleção chilena e campeão da América. Gente que não deu o retorno esperado a ponto do treinador ter de recorrer a prata da casa, todos eles ora na "zona de conforto", como diria Fernandão, um dos queimados pelos nossos dirigentes que não assumem a própria culpa desse descalabro.