quinta-feira, 18 de setembro de 2014

SEM REMÉDIO!

 
No futebol brasileiro com árbitro, mais quatro assistentes no gramado, um sexto do lado de fora, tecnologia de ponta para comunicação os erros continuam cada vez em escala maior aqui no Brasil. Com a televisão exibindo os jogos ao vivo não dá mais para enganar o torcedor. Essa semana novamente erros graves dos árbitros e seus assistentes foram verificados. No jogo Oeste e Vasco da Gama em Manaus o árbitro confirmou um gol (do Oeste) em que a bola não entrou. Ontem no Maracanã o Botafogo foi “morto” pela arbitragem. No Pacaembu o empate de Palmeiras e Flamengo foi outra grande mentira. Na cara do assistente da linha de fundo Eduardo Silva ajeitou a bola com a mão esquerda e cruzou para Alecsandro marcar o segundo gol rubro-negro. Uma das câmeras da Televisão mostra com nitidez a presença do assistente na frente do lance. E o pênalti que não foi marcado a favor do Palmeiras quando Henrique foi empurrado dentro da grande área por Wallace. Também na cara do assistente que fica na linha de fundo denominado como “espia”. Os erros são tantos que a CBF deveria punir rigorosamente os “assopradores” de apito e seus assistentes. O futebol brasileiro já desgastado com a Copa do Mundo caminha a passos largos para afastar cada vez mais o torcedor dos estádios. É isso aí.

Um comentário:

JASouza. disse...

Já que a CBF fatura uma grana federal com as punições aos clubes, por que não paga uma multa a estes para compensar prejuízos acarretados com tantas arbitragens equivocadas? Pimenta só arde na boca dos outros...