quinta-feira, 12 de junho de 2014

A ABERTURA DA COPA

A festa de abertura do XX Campeonato Mundial de Futebol foi muito fraca. O Brasil tem coisa melhor para mostrar e não precisa trazer cantora de outro país para rebolar o traseiro. Quem organizou o evento não é do ramo.

Quanto o jogo de estreia a vitória brasileira aconteceu por auxílio da arbitragem e o futebol limitado da Croácia. Nossos adversários aplicaram o chamado “futebol força” que surgiu na Europa mais visivelmente na Copa de 1966. Já a equipe brasileira entrou nervosa em campo. Até Thiago Silva o capitão do time estava emocionado na entrada em campo. Sofremos um gol “bobo” em jogada tipicamente do futebol sul-americano. Não se pode admitir mais que quando um time é atacado e o cruzamento parte da linha de fundo os jogadores fiquem virados para cara do goleiro. Foi por isso que Marcelo marcou contra. O Brasil teve um comportamento abaixo do esperado e não fosse à bela apresentação de Oscar, secundado por Neymar e o erro da arbitragem há essa hora estaríamos lamentando um mau resultado. Alguns jogadores decepcionaram. Não sei se pelo nervosismo da estreia ou por outro fator. Enfim vencemos e como dizem os jogadores: “Vamos partir para outra”. É isso aí.

Um comentário:

Adalberto Day disse...

Edemar
Esperamos que a Copa seja de muita paz, alegria e com vitória de nossa Seleção brasileira. Vamos esquecer os desmandos políticos, e não transformar essa situação caótica de nosso Brasil em depredação ou outros. Depois nas Urnas devemos dar o troco, tentar acabar com toda essa corrupção que se agravou nos últimos 12 anos. Uma ditadura Vermelha, melhorar a Educação, Leis mais severas, voltar acreditar no judiciário , fazer o bandido respeitar as leis, já que nem os que a fizeram a respeitam. Chega Brasil abra o olho. Agora é torcer, torcer torcer. Vamos ganhar Brasil como um todo.
Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau.